Veja como identificar se um site é confiável para comprar

1 Comentário

compras-online-consumidores-digitais

Se você ainda tem medo de fazer compras na internet e cair em alguma cilada, saiba que há maneiras eficazes de verificar se um site é seguro. Isso vale não apenas para lojas online, mas também para portais que você ainda não conhece.

A dica é: não seja muito curioso. No caso de links ou banners estranhos, a recomendação é não clicar. Não há como saber se aquele clique vai direcionar a sua navegação para uma página segura ou se pode ser potencialmente perigoso para o seu computador. Confira abaixo dicas para saber se um site é confiável e manter sua segurança na internet:

1. Digite o endereço do site no seu navegador
Não clique em links estranhos que você receber por e-mail, por exemplo, ou enviados por terceiros. Quando estiver com dúvidas, prefira digitar o endereço do site na barra do seu navegador. Neste momento, você também deve ficar atento se o endereço irá diretamente para o site que você pretende acessar. Se o site for clonado, por exemplo, o acesso pode ser redirecionado para uma página falsa. Nestes casos, o endereço apresentado pelo browser (navegador) é diferente daquele que o usuário digitou. Por isso, é importante verificar se o endereço digitado permanece o mesmo depois que o site abrir.

2. Pesquise o nome e a reputação do site antes de acessá-lo

pesquisa

Você pode checar se um site tem boa reputação pesquisando o nome dele no Google, por exemplo, sem colocar o prefixo “http://”. Também vale dar uma olhada em sites e portais de reclamação de consumidores, onde possivelmente você pode encontrar registros de queixas contra sites fraudulentos.

Tem diversos sites especialmente criados para atender reclamações. Muitos oferecem um cadastro de empresas e consumidores, como um canal de comunicação virtual, e ainda mostram estatísticas que ajudam clientes a escolher em qual loja comprar, mais uma observação, não se guie muito pela quantidade de reclamações, verifique principalmente se a empresa responde as reclamações e em um curto prazo de tempo, isso significa que a empresa se preocupa com seu consumidor e já dará uma boa dica sobre ela.

O ReclameAqui.com.br é um dos mais famosos sites que prestam serviços para insatisfeitos com compras. Para inserir uma nova queixa, basta clicar na aba “Reclame”. Então, busque pela empresa cadastrada no site, digite sua reclamação e identifique-se. O Reclame Aqui avisará quando uma resposta do responsável chegar e será possível fazer réplicas a elas.

O Reclamão.com é uma outra boa opção para buscar queixas de usuários sobre empresas ou cadastrar a sua reclamação. É bastante parecido com o Reclame Aqui, com a exceção de uma seção chamada “Reclamação Patrocinada”. Nela, o internauta paga uma taxa de R$30 e obtém suporte do Reclamão para a solução do seu problema.

O Denuncio.com.br fecha a lista de serviços eficazes de denúncias e reclamações online. A página também é similar aos outros serviços listados. Um bom diferencial, no entanto, são as estatísticas que o site oferece, que mostram as empresas mais negligentes com os consumidores e as mais atenciosas, assim como o número de reclamações atendidas.

No site do Jornal O Globo também existe uma parte voltada para a Defesa do Consumidor, dentro da seção Economia. A página funciona de forma parecida com os sites já citados, sendo possível para o consumidor fazer uma pergunta e a empresa respondê-la. Tudo muito prático e simples. Para utilizar o serviço é preciso fazer um cadastro gratuito na Globo.com.

Se mesmo assim você não teve seu problema resolvido e deseja tomar medidas legais, o Procon, órgão que regula os direitos do consumidor, possui sites em diversas regiões e todos os telefones disponíveis das agências por todo o Brasil para tomar medidas mais enérgicas.

3. Verifique o certificado do site

slider-ssl-part
Sites de confiança geralmente possuem certificados emitidos por organizações de internet, como Global Sign, Certisign e outras.  Pode acontecer de sites fraudulentos colocarem certificados falsos, mas para checar isso, você pode clicar em cima da imagem. Se ela for verdadeira, você será redirecionado para o site da organização. É interessante checar também o nome da instituição dona do certificado e o prazo de validade.

Mas dicas, visite nosso post referente a Casos de crimes virtuais

Fonte: techtudo.com.br e Portal Terra

Arquivos

 

Deixe uma resposta

Vamos ler mais?

Ver mais artigos