Aprenda a fazer uma página de erro 404 e usufrua de um bom SEO

Sem Comentários

Trouxemos o conteúdo abaixo do site SEO Master para ensiná-lo todos os segredos de se fazer uma página de Erro 404 totalmente baseada em técnicas SEO.

“Diariamente nos deparamos com páginas de erro, seja por pesquisas por páginas antigas no Google ou até mesmo por conta de links quebrados. Nem sempre o browser é capaz de te dar a informação correta do que aconteceu, por isso vamos fazer algo muito melhor: Explicar como configurar as suas páginas de Erro 404 para que elas trabalhem a favor do seu SEO.

Temos aqui algumas sugestões de mudanças para que possamos reverter a situação e tornar estas páginas favoráveis ao seu site. Para começar, precisamos examinar as razões mais comuns que levam as pessoas a uma página não encontrada.

· Uma URL digitada errada (ou um link desatualizado nos favoritos)
· Um link desatualizado nos buscadores
· Um link interno quebrado em uma página que o webmaster não notou

Em todas as situações, o resultado é o mesmo: O erro, mas existem alguns truques que se aplicam a todos os cenários, mas a nossa primeira sugestão é simples:

Não culpe o seu cliente
Quando uma URL errada é digitada pelo cliente, diga a ele o que saiu errado de todas as formas, mas não o repreenda, mesmo que você tenha certeza que a culpa foi dele. Frases como: “deve ter acontecido” e “possivelmente” são boas opções para se usar num momento destes.

Características necessárias para uma página de erro 404
Assegure que sua página de erros tenha os seguintes itens:

· Um link para o mapa do seu site – se você possuir – e sua página inicial: É uma maneira simples de seus usuários encontrarem uma saída daquela página.
· Um campo de pesquisas: Se você possui um sistema de pesquisa, o adicione nesta página, caso contrário poderá perder muitas visitas. Se ainda não tem, considere isso o quanto antes.
· Um layout distinto dos minimalismos: Não coloque muita informação nesta página, ela deve ser a mais objetiva possível.

Evite palavras complicadas, pois usuários leigos que clicaram em links quebrados não terão idéia do que você está falando e pode gerar ainda mais dúvidas. Se você quiser usar a frase “Erro 404″, faça isso com cuidado, você pode colocar maiores informações no rodapé da sua página, por exemplo.

Agora, vejamos como fazer para a página 404 trabalhar a seu favor:

Sejamos inteligentes quanto a isso
Nesse ponto, eu devo mencionar que iremos precisar de uma certa quantidade de JavaScript. Então, não se esqueça de usar o <noscript> para as pessoas que desabilitam o js em seus browsers.

Primeiro, você terá que declarar algumas variáveis:

var strReferrer=document.referrer.toLowerCase();
var blnSearchReferral = false;
var blnInsiteReferral = false;
var str = “”;
var strSite = “”;

E agora, como usaremos isso?

A URL digitada errada
Ao digitar uma URL errada ou acessar um link quebrado dos favoritos, por exemplo, não haverá um referrer value, ou seja, uma referência de onde está vindo o acesso. Logo, seu código para identificar esse cenário deverá ser algo como (note que o caractere “»” está lá apenas para mostrar que a linha está ajustada para caber nessa página. Você não deve utilizá-lo em seu código):

if (strReferrer.length==0)
{
str+=’Acreditamos que você achará útil um dos »
links listados abaixo:</p>’;
str+=’<a href=”/home.php”><img src=”/images/ »
home.gif” alt=”Home Page” width=”100″ height=”30″ /> </a>’;
str+=’<a href=”/site-map.php”><img src=”/images/ »
site-map.gif” alt=”Site Map” width=”100″ height=”30″ /></a>’;
str+=’<hr />’;
str+=’<p><strong>Talvez não seja possível exibir a »
página solicitada devido à um dos seguintes motivos:</strong></p>’;
str+=’<ol type=”a”>’;
str+=’ <li>An <strong>Link de favoritos desatualizado »
</strong></li>’;
str+=’ <li>Um mecanismo de busca que possua uma referência »
<strong>desatualizada de nosso site</strong></li>’;
str+=’ <li>Uma <strong>URL digitada erradamente</strong></li>’;
str+=’</ol>’;
document.write(str);
}

Página desatualizada nos buscadores
Se existir um referrer value, podemos procurar por exemplos de mecanismos de busca específicos. Então, podemos separar os parâmetros de pesquisa, procurar por opções relevantes para uma lista de termos que você queira interceptar e sugerir uma página que considere a mais apropriada para aquela pesquisa.

if (strReferrer.length!=0)
{
if ((strReferrer.indexOf(”.looksmart.co”)>0)||
(strReferrer.indexOf(”.ifind.freeserve”)>0)||
(strReferrer.indexOf(”.ask.co”)>0)||
(strReferrer.indexOf(”google.co”)>0)||
(strReferrer.indexOf(”altavista.co”)>0)||
(strReferrer.indexOf(”msn.co”)>0)||
(strReferrer.indexOf(”yahoo.co”)>0))
{
blnSearchReferral=true;
//pegar o domínio do site — separar na primeira barra
var arrSite=strReferrer.split(”/”);
// procurar agora por parâmetros de busca
var arrParams=strReferrer.split(”?”);
var strSearchTerms = arrParams[1];
arrParams=strSearchTerms.split(”&”);

strSite=arrSite[2];
var sQryStr=””;

//defina os parâmetros de busca utilizados pelos diferentes
//mecanismos
var arrQueryStrings = new Array();
arrQueryStrings[0]=”q=”; //google, altavista, msn
arrQueryStrings[1]=”p=”; //yahoo
arrQueryStrings[2]=”ask=”; //ask jeeves
arrQueryStrings[3]=”key=”; //looksmart

for (i=0;i<arrParams.length;i++)
//loop pelos parâmetros da URL da página que originou o acesso
//(referring page)
{
for (q=0;q<arrQueryStrings.length;q++)
{
sQryStr = arrQueryStrings[q];
if (arrParams[i].indexOf(sQryStr)==0)
{//nós encontramos um parâmetro de busca!
strSearchTerms = arrParams[i];
strSearchTerms = strSearchTerms.split(sQryStr);
strSearchTerms = strSearchTerms[1];
strSearchTerms = strSearchTerms.replace(”+”, ” “);
}
}
}
//Diz ao usuário qual foi o buscador que gerou o problema e
//quais foram os termos pesquisados
document.write (”<p>Você fez uma busca no <strong> »
<a href=’” + strReferrer + “‘ target=’_blank’>” + »
strSite + “</a> </strong> por ”<strong>” »
+ strSearchTerms + “</strong>”. No entanto, »
sua base de dados parece estar desatualizada.</p> »
<h2>Nem tudo está perdido!</h2><p>Acreditamos que »
as páginas abaixo possam lhe ajudar:</p>”);

Você pode agora adicionar algumas linhas de código para identificar palavras-chave em que o tráfego gerado pelos mecanismos de busca você não queira perder. Por exemplo: Digamos que você está tendo bons resultados para as palavras “eletrônicos” e “widgets”, mas você acabou de mover algumas páginas em seu site e seu objetivo não é perder as visitas geradas pelo Google.

if (
(strSearchTerms.indexOf(”widgets”)>=0)||
(strSearchTerms.indexOf(”electronics”)>=0)
)
{
document.write(”<a href=’/cool-widgets.htm’>Nossa ótima »
página sobre widgets</a><br />”);
}
}
}

Voltamos novamente à questão da pesquisa interna. Se você tiver uma em seu site, poderá usar os parâmetros usados na URL para gerar uma pesquisa automaticamente, ao invés desse processo manual, afinal você dará a liberdade de o cliente escolher o conteúdo que deseja visualizar e se ele é realmente relevante.

Um link interno quebrado
Agora nós precisamos nos preocupar em resolver o problema de página não encontrada devido a um link quebrado em seu site. Precisaremos adicionar mais algumas condições:

if (!blnSearchReferral)
{
strSite = strReferrer;
strSite = strSite.split(”/”);
strSite = strSite[2];
document.write(”<p>Você foi direcionado para uma página »
inexistente pelo site: <strong><a href=’” + strReferrer + ” »
‘target=’_blank’>” + strSite + “</a></strong> »
<br />Sugerimos experimentar um dos links abaixo: »
</p>”);
}

E se o seu próprio site for o problema?
Você não deve dizer na sua página de erro 404 “Esse site tem um link interno quebrado” quando o link defeituoso for do seu próprio site. Nesse caso, você precisará mudar a linguagem para admitir alguma culpa!

blnInsiteReferral =((strReferrer.indexOf(”http:// »
www.mysite.co.uk”)>=0)||
(strReferrer.indexOf(”http://www.myothersite.com”) »
>=0))
if (blnInsiteReferral)
{
document.write(”<p>Desculpe-nos pelo problema! Por favor, »
aceite nossas desculpas.</p>”);
}

Resolvendo o problema
Mostramos aqui como solucionar alguns dos principais problemas das páginas de erro 404. Mas, será que nós resolvemos alguma coisa? Não. No entanto, temos algumas opções, pois sabemos a página solicitada e o referral value (quando esse existir). Nós poderíamos salvar essas informações em um banco de dados, seja de forma automática ou manual, através de um botão “informar link quebrado” oferecido ao usuário quando eles forem redirecionados para uma página de erro 404. Optando pela segunda solução, é provável que você só venha a ter conhecimento sobre os links quebrados mais importantes (leia-se mais acessados). Como você vai resolver esse problema daqui pra frente é com você.”

Lembrando que para os nossos clientes de hospedagem e revendas linux dentro do painel de controle de seu site (CPanel) tem uma ferramenta exclusiva para isso, basta somente acessar o seu painel de controle “Cpanel”, procurar a ava “Avançado”, depois a opção “Páginas de erro” depois disso é só editar.

Sobre o blog

Este Blog tem o objetivo de divulgar as novidades da WebinHost e compartilhar notícias sobre hosting, servidores, empreendedorismo e todo universo tecnológico.

Arquivos

Comente via Facebook
Sem Comentários
 

Deixe um Comentário

Digite o código. (obrigatório)