A diferença entre atrair e conquistar clientes

Sem Comentários

Toda empresa, seja grande ou pequena, de qualquer ramo e tempo de atuação, com poucos ou muitos funcionários, quer conquistar clientes e se orgulhar disso. Mas para conquistar, primeiro é preciso atrair. Acontece que muitas organizações ficam apenas na primeira etapa, atraindo clientes e achando que isso é o bastante para conquistá-los.

Atrair clientes é a parte mais fácil da propaganda. Qualquer oferta de 50% de desconto faz os olhos dos clientes brilharem e os atrai como abelhas ao pão doce. Ao ver a loja cheia de compradores, o gestor pensa que está abalando e acha que conquistou um monte de gente. Só que ele não percebe que atraiu apenas um bocado de compradores. Para que eles se tornem verdadeiros clientes ainda há alguns passos a serem dados.

Conquistar clientes é diferente de simplesmente atraí-los. Quando atraídos, os consumidores compram exclusivamente pelo fato de enxergarem alguma vantagem momentânea e casual, como um preço muito baixo, um prazo de entrega bem rápido ou apenas por aquele produto ou serviço estar na moda naquele momento. Conquistar um cliente, no entanto, diz respeito a fazê-lo gostar da empresa como um um todo, tanto por achar que os preços cobrados são justos ou por entender que os prazos são razoáveis, mas principalmente por se identificar com a empresa, ser fiel a ela e até, numa etapa mais avançada, evangelizar outros prospects e trazê-los para a empresa pelo fato de acreditar que isso é bom para todos.

Mude seu foco de “atrair clientes” para “conquistar clientes”. Atrair todo mundo atrai, conquistar é que é o verdadeiro desafio e é o que dá os melhores resultados a longo prazo, ajudando na sustentabilidade do empreendimento.

Fonte: Ponto Marketing

Sobre o blog

Este Blog tem o objetivo de divulgar as novidades da WebinHost e compartilhar notícias sobre hosting, servidores, empreendedorismo e todo universo tecnológico.

Arquivos

Comente via Facebook
Sem Comentários
 

Deixe um Comentário

Digite o código. (obrigatório)