Marque um gol na Internet atraindo seu público-alvo

Sem Comentários

 

Negócios na Internet são a respeito de gente

 

Você já viu este filme? Depois de ter seu site pronto e disponível na Internet, o sujeito relaxa e espera o dinheiro começar a entrar. Passam horas, dias e semanas, mas nenhuma venda acontece.

Ele se pergunta: “mas são milhões de pessoas conectadas à Internet, como é que ninguém quer comprar o que estou vendendo? Aquele rapaz tão simpático que fez o site, trabalhou duro e criou uma peça tão bonita. O que está faltando? O que é que eu fiz de errado?”. Aí ele se dá conta do que está faltando: pessoas.

O “rapaz simpático” esqueceu de contar que publicar uma página na Internet é como por um outdoor no porão ou uma loja no meio do deserto do Saara. Ninguém vai comprar nada, porque ninguém sabem que você existe.

É preciso atrair tráfego para a página, seu site precisa de gente visitando, quanto mais melhor. De preferência, gente que tem interesse pelo produto.

Afinal, você prefere receber dez mil visitantes por mês e fazer 50 vendas ou receber 50 visitantes por mês e realizar as mesmas 50 vendas? É claro que a segunda opção é melhor, ela significa que suas táticas de divulgação atingiram as pessoas certas, um público de melhor qualidade que já chegou ao site com fome de comprar o que você tinha a oferecer.

Agora você já sabe que precisa de tráfego qualificado. Ou seja, precisa de visitas e prefere que seja de pessoas interessadas em seu produto. E a Internet é ótima para isto, só precisa saber como atrair este tipo de visitante.

 Como você acha as informações que procura?

Existem diversas formas de atrair tráfego qualificado para seu site. Hoje vou falar de uma das mais usadas e esclarecer alguns fatos para você não perder tempo nem dinheiro, porque você sabe que eu detesto quando isto acontece.

Se você já navega pela Internet há algum tempo, este método de divulgação é seu velho conhecido, quer ver? Como é que você faz para encontrar uma informação ou um produto na Internet? Se respondeu “nas páginas de busca”, ponto para você.

Todos os dias milhões de pessoas usam sites de busca para encontrar o que procuram em páginas como Cadê?, Yahoo! ou Altavista. Estas páginas funcionam como índices e catálogos da Rede.

É só chegar, digitar algumas palavras que tem a ver com o assunto e clicar no botão. Em segundos aparece uma lista de sites que podem atender à sua pesquisa e então você vê que coisa sensacional é a Internet.

Cerca de 90% dos internautas (seus clientes potenciais) usam sites de busca para procurar de tudo na Internet, inclusive o seu produto.

Então é claro que seu site precisa estar cadastrado neles. E é tão fácil, leva apenas dois minutos e na maioria das vezes a inserção é gratuita. Acontece que existem milhares de páginas de pesquisa espalhadas pela Internet. Seriam semanas trabalhando sem parar para achar as páginas e fazer o cadastro.

Talvez por isto que ultimamente tenho recebido tantas mensagens de empresas se oferecendo – por uma módica quantia – para cadastrar minhas páginas em 200, 300, 500 e até mil sites de busca.

Até faria sentido pagar R$ 50,00 ou R$ 60,00 para que alguém se desse a este trabalho, mas não caia nessa. O que estas empresas vendem não vale nada e vou mostrar em números.

Como mencionei antes, 90% dos internautas usam as páginas de busca. Acontece que mais de 95% das buscas no mundão ocorrem em apenas 12 sites diferentes.

Não conheço os números sobre o Brasil, mas acredito que aqui também praticamente todas as buscas ocorrem em meia dúzia de páginas nacionais, além das pesquisas feitas em páginas internacionais que também tem sites brasileiros cadastrados.

Percebe que na verdade os mil cadastros são um exagero? O tempo que se leva para registrar seu endereço em todos estes sites seria mais bem empregado em outras atividades.

Você pode pensar que, mesmo assim, estas empresas irão colocar sua página nos principais sites internacionais e ainda de quebra em mais 980 outros e que assim o preço compensaria, não é?

Pense de novo. Daqui a pouco vou te provar que sei do que estou falando. Por enquanto, apenas reflita sobre o que vou te dizer.

As empresas que prestam o serviço de cadastramento usam programas (software) que fazem o cadastramento automático nos sites de busca. Ou você pensou que o serviço era manual?

As páginas de busca principais (os 95%) pertencem a empresas milionárias, que tem programadores brilhantes. Eles sabem como identificar que foi usado um destes programas de cadastramento automático e em alguns casos mandam seu site para o fim da fila ou outros nem consideram.

Tome o Yahoo! como exemplo, este site recebe diariamente entre 35 a 40% do tráfego de buscas e a única forma de cadastrar seu site corretamente é na munheca. Nem pense em usar um programa, só vai conseguir banir o seu endereço e acredite, se entrar no Yahoo! grande parte de seus visitantes virá de lá.

Outro exemplo é o Altavista.com que gera um código gráfico que você tem que digitar para poder cadastrar seu site. Este código não pode ser lido por nenhum programa, para forçar você a fazer o cadastro manual.

Ainda tem mais, e é muito importante! Não basta você estar cadastrado num site de busca, você tem que estar entre as três primeiras páginas de resposta, depois disso é o limbo. Basta pensar em como você mesmo faz uma busca. Se não encontra o que está procurando até a terceira página, quase todo mundo parte para outra pesquisa.

Em outras palavras, é preciso preparar as páginas para que elas tenham um bom ranking nos sites de busca (para determinadas palavras). Aquelas palavras que você sabe que o seu cliente irá digitar e que a resposta é o seu produto, seu serviço ou seu endereço.

Chamamos isto de posicionamento, as páginas são otimizadas, isto é, preparadas para o site de busca e cadastradas segundo algumas regras.

E agora vou provar que não foi perda de tempo você ler este artigo. Vá para o Altavista e digite as palavras Imóveis Fortaleza, no espaço para buscas e em seguida, click no botão.

Após alguns segundos aparece a lista de sites, procure por Walter Mota Soluções Imobiliárias (www.waltermota.com.br). A otimização apropriada o colocou lá. Eu sei porque fui eu quem preparou o site. Isso foi feito em meados de 2001 e persiste até hoje (2004).

Nota de atualização (2005): com a recente incorporação do sistema pay per click ao Altavista, o site acima citado aparece na segunda página, ainda nas primeiras posições dos resultados otimizados.

Vê como tudo se encaixa? Se alguém estiver procurando por imóveis em Fortaleza e usar um dos sites de busca mais visitados do mundo (Altavista.com), vai achar entre as primeiras respostas uma empresa especializada no assunto. Isto é tráfego qualificado, isto é posicionamento e é de onde as empresas que fazem da forma correta tiram parte de seus lucros.

As páginas de busca não são ferramentas de marketing, mas você pode usa-las para este fim se fizer às coisas certas. Um site com conteúdo relevante e interessante com as palavras chave espalhadas pelo texto. Lembre-se de cadastrar manualmente nos principais sites de pesquisa e pode ter certeza que o trafego vai aumentar.

Fonte e Créditos:

© 2001 Renato Fridschtein – Todos os direitos reservados

Nota de Autoria: Renato Fridschtein é autor de artigos e ebooks sobre marketing na internet. Você pode encontrá-los neste site. Suas idéias vão muito além de home pages e mostram como ter um empreendimento de sucesso na Internet.

Sobre o blog

Este Blog tem o objetivo de divulgar as novidades da WebinHost e compartilhar notícias sobre hosting, servidores, empreendedorismo e todo universo tecnológico.

Arquivos

Comente via Facebook
Sem Comentários
 

Deixe um Comentário

Digite o código. (obrigatório)